SOCIEDADE & PAÍS

 

«Sim pela tolerância»

COMÍCIO-FESTA NA PRAÇA DO MUNICÍPIO

O Movimento «Sim pela Tolerância», organização em que participam muitos socialistas conscientes que a despenalização da IVG na lei, não obrigando ninguém à sua prática, constitui a única forma de enfrentar, sem hipocrisia, os graves problemas humanos associados ao aborto clandestino, realiza hoje, às 21 e 30, na Praça do Município, em Lisboa, a festa de encerramento da campanha na capital, que contará com a participação do nosso camarada Manuel Alegre, grande referência da esquerda.

Nesta festa onde os valores progressistas e da tolerância serão a nota dominante, participarão grandes nomes da nossa música como Sérgio Godinho, José Mário Branco, Filipa Pais, Despe e Siga, DaWeasel, Flak, Jorge Palma e Zé Pedro.

Que ninguém falte à festa de encerramento do Movimento «Sim pela Tolerância». Uma grande noite em perspectiva.

(JCCB)

 

Guerra na Guiné-Bissau

AJUDA HUMANITÁRIA ALGARVE SOLIDÁRIO

O governador civil de Faro, Joaquim Fialho Anastácio, apelou, na passada terça feira, à «boa vontade» dos algarvios para colaborarem na campanha de apoio e solidariedade para com o povo da Guiné-Bissau.

Num documento onde dá a conhecer a adesão e o apoio institucional do Algarve à campanha nacional que está a decorrer, Joaquim Fialho Anastácio afirma «esperar a ampla e generosa colaboração dos algarvios neste momento, particularmente difícil para o povo amigo e irmão da Guiné-Bissau».

«A grave situação que a população da Guiné-Bissau vive, em especial pela carência de alimentos, impõe uma resposta da comunidade internacional, de modo próprio dos portugueses, tão profundamente ligados há séculos aquela nação de língua oficial portuguesa», sublinha o governador civil de Faro.

Assim, apela aos algarvios para que colaborem na campanha de angariação de bens, sobretudo alimentares, e que os façam chegar aos vários postos de recolha da Cruz Vermelha espalhados pelo Algarve.

Para além da sede regional em Faro, a Cruz Vermelha Portuguesa tem pontos de recolha de bens para a Guiné-Bissau nos seus Núcleos de Vila do Bispo, Lagos, Silves, Portimão, Albufeira, Olhão, Moncarapacho, Fuzeta, Tavira, Martinlongo e Vila Real de Santo António.

 

Agricultura

5 DE OUTUBRO ABERTURA DA TEMPORADA DE CAÇA

O secretário de Estado da Agricultura e do Desenvolvimento Rural, Capoulas Santos, assinou, no dia 16, a portaria que estabelece o Calendário Venatório para a época de 1998-99.

O documento, que seguiu para publicação no «Diário da República», identifica as espécies que podem ser calçadas e estabelece os limites diários e os períodos venatórios autorizados para cada uma delas, bem como os períodos que estarão sujeitos a condicionantes específicas a fixar por edital pela Direcção-Geral das Florestas ou das Direcções Regionais de Agricultura.

Recorde-se que o projecto da portaria foi debatido no Conselho Nacional da Caça e reflecte as mais importantes recomendações dos diversos interesses nele representados.

 

Ajudas ao investimento agro-industrial

Entretanto, o Ministério da Agricultura anunciou que foram atribuídos mais de três milhões de contos de subsídios a 29 projectos homologados pelo secretário de Estado da Produção Agro-Alimentar, Cardoso Leal, em diversos sectores agro-industriais, envolvendo investimentos no valor total de quase seis milhões de contos.

Os sectores beneficiados foram os do vinho, leite e lacticínios, bem como produtos hortícolas, cada qual com cerca de 700 mil contos de ajudas.

Importante foi, de igual modo, o apoio prestado ao sector da carne.

Recorde-se que, o início deste ano, foram homologados projectos agro-industriais, totalizando investimentos de 23,6 milhões de contos e obtendo ajudas no valor de 11,7 milhões de contos.